Governo normativa o uso das redes sociais na APF

Quando não utilizadas com critérios definidos, as redes sociais podem trazer riscos à Segurança da Informação e Comunicações (SIC) e comprometer a disponibilidade, confidencialidade e autenticidade dos ativos de informação da Administração Pública Federal (APF). Em Norma Complementar (NC) publicada no Diário Oficial da União, no dia 21 de junho de 2012, foi disposto as diretrizes de SIC para o uso das redes sociais nos órgãos e entidades da APF.

Uma das definições propostas pela Norma é que o administrador do perfil institucional deve ser um agente público que detenha de autorização do responsável pela área interessada para administrar as redes sociais. É vedada a terceirização completa da administração e gestão dos perfis de órgãos e entidades.

A Norma Complementar tem como foco o uso institucional das redes sociais nos aspectos relacionados à SIC. O órgãos ou entidade da APF poderá expandir a abrangência de sua Norma Interna de Uso das Redes Socias para ações que vão além da SIC, como a estratégias  de comunicação social e processo de gestão de conteúdo.

Leia a Norma Complementar na íntegra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *