Coeti

A COETI

A Coordenadoria de Estratégias de Tecnologia da Informação e Comunicação – Coeti  foi criada inicialmente como uma assessoria na estrutura organizacional da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado do CearáSEPLAG por meio do Decreto Nº 28.623, publicado no DOE de 08/02/2007.

No DOE de 30/06/2008, foi publicado o Decreto Nº 29.341 que transformou a assessoria em uma coordenadoria e criou a Célula de Monitoramento das Aquisições de TIC – CEMAT,  vinculada a esta coordenadoria com as atribuições que anteriormente eram da  Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará – ETICE, de monitorar o orçamento e as aquisições de TIC.

A COETI é uma coordenadoria que trabalha a TIC para o Estado como um todo. Seus processos interagem diretamente com as setoriais de TIC e dependem dos seus gestores para desempenhar bem suas atribuições e conseguir um bom desempenho do Governo na área de TIC.

Missão:

Definir estratégias, monitorar e avaliar as ações de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) dos órgãos e entidades, fomentando o uso das melhores práticas, visando a efetividade da Gestão da TIC no Governo do Estado do Ceará.

Compete à Coordenadoria de Estratégias de Tecnologia da Informação e Comunicação (Coeti):

I. assessorar a Secretaria do Planejamento e Gestão no que diz respeito às estratégias de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), para atender as políticas públicas e sociais do Governo do Estado do Ceará;

II. exercer o papel de Secretaria Executiva do Conselho Superior de Tecnologia da Informação e Comunicação (CSTIC);

III. definir diretrizes estratégicas, políticas, normas e orientações para o uso da TIC pelos órgãos e entidades estaduais, para aprimorar a prestação de serviços e a disseminação das informações;

IV. coordenar e acompanhar o planejamento estratégico participativo da TIC junto aos órgãos e entidades estaduais;

V. acompanhar o planejamento do orçamento de TIC dos órgãos e entidades estaduais junto à CPLOG e monitorar a sua execução;

VI. fomentar e divulgar os projetos e processos de Inclusão Digital e de Governo Eletrônico dos órgãos e entidades estaduais;

VII. coordenar as atividades referentes ao monitoramento das aquisições de TIC;

VIII. identificar melhores práticas para a gestão e a utilização de TIC no âmbito da Administração Pública Estadual, em parceria com os gestores de TIC dos órgãos e entidades estaduais;

IX. acompanhar e fiscalizar a execução dos contratos em sua área de atuação;

X. desenvolver outras atividades correlatas.

Compete à Célula de Monitoramento das Aquisições de TIC (Cemat):

I. acompanhar o planejamento e controlar a execução orçamentária de Tecnologia da Informação e Comunicação – TIC dos órgãos e entidades estaduais verificando a conformidade com os planos, estratégias e políticas de Governo e TIC;

II. identificar oportunidades e comunicar as necessidades de contratações e aquisições corporativas de TIC;

III. gerenciar o processo de análise das aquisições e contratações de bens e serviços de TIC.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *